quarta-feira, dezembro 31, 2014

sábado, dezembro 27, 2014

Posto de escuta (Obrigatório 2014.I)



Habitual ritual de final de ano, numa série de posts que pretendem partilhar as (sempre difíceis) cincos obras que marcaram o (meu) musical ano de 2014... 




James - La Petite Mort

Fica o mais recente (delicioso) single... 




quarta-feira, dezembro 24, 2014




Que a magia do Natal ilumine a "colisão" dos nossos sonhos com a realidade... 

Porque o sonho "comanda" a vida, Bom Natal!



terça-feira, dezembro 23, 2014

Posto de escuta...




Apontado com um dos discos que marcam 2014, Sun Structures tem sido (excelente) assídua companhia...
The Temples para o mundo...
Fica (o belo) The Golden Throne...





terça-feira, dezembro 16, 2014

domingo, dezembro 14, 2014

Leituras do momento...





“A relação entre dois irmãos, um deles deficiente mental, que têm de aprender a viver juntos Com a morte dos pais, é preciso decidir com quem fica Miguel, o filho de 40 anos que nasceu com síndrome de Down. É então que o irmão – um professor universitário divorciado e misantropo – surpreende (e até certo ponto alivia) a família, chamando a si a grande responsabilidade. Tem apenas mais um ano do que Miguel, e a recordação do afecto e da cumplicidade que ambos partilharam na infância leva-o a acreditar que a nova situação acabará por resgatá-lo da aridez em que se transformou a sua vida e redimi-lo da culpa por tantos anos de afastamento. Porém, a chegada de Miguel traz problemas inesperados – e o maior de todos chama-se Luciana. Numa casa de família, situada numa aldeia isolada do interior de Portugal, o leitor assistirá à rememoração da vida em comum destes dois irmãos, incluindo o estranho episódio que ameaçou de forma dramática o seu relacionamento.
"O Meu Irmão", vencedor do Prémio LeYa 2014 por unanimidade, é um romance notável e de grande maturidade literária que, tratando o tema sensível da deficiência, nunca cede ao sentimentalismo, oferecendo-nos um retrato social objectivo e muitas vezes até impiedoso.


(Vencedor do Prémio LeYa 2014)                                    (in fnac.pt)

quinta-feira, dezembro 11, 2014

De Teatro...





"Quando Pat O'Donnell, sentado no chão, descamisado e com a gravata à banda, atira um maço de notas ao ar e tomba redondo para trás com um copo vazio na mão e Toni Zito reconhece que para se vencer na vida há que ter a cabeça, os músculos e a coragem do patrão... que está ali deitado no chão, ficamos a saber que há uma pequena história do mundo que todos conhecem e que ainda assim precisa de ser contada. Porque a ignorância e a bestialidade são um poço sem fundo mesmo se o ser humano for bem capaz de gravar a sua graça no firmamento.

Há uma pequena história do mundo tão simples que nem no pensamento parece já querer habitar, pois que se contaria somente por instinto, assim como a respiração. Há uma pequena história do mundo e uma história do mundo pequena. A que se repete ou a que parece só querer existir. A que se conta num nada e cabe num parco rectângulo iluminado. A que se contaria à distância de uma forma tão íntima.
A Estação Teatral explora cada vez mais o espaço, a plasticidade dos corpos em acção no espaço, a arte da encenação, e a linguagem da sua "ideia de teatro": a centralidade do trabalho do actor, a totalidade da sua expressão, a síntese, o desdobramento, o encontro e a convicção de que o teatro enquanto manifestação do humano, mais do que nunca, é cada vez mais necessário.

Dramaturgia e encenação: Nuno Pino Custódio 
Desenho de luz, operação e montagem: Pedro Fino 
Espaço, figurinos e adereços: Ana Brum 
Confecção de chapéus: Cirilo Moura 
Fotografia: António Supico 
Design de comunicação: Hugo Domingues 
Confecção de figurinos: Alfaiataria Juvenal 
Selecção musical: Nuno Pino Custódio 
Contra-regra: Samuel Querido 
Direcção de produção: Alexandre Barata  

Interpretação: Roberto Querido e Tiago Poiares"



domingo, dezembro 07, 2014

Posto de escuta...


Intitulado Monuments To An Elegy assinala o regresso dos The Smashing Pumpkins...




Com chegada ao (físico) mundo agendada para 9 do corrente, Monuments To An Elegy está (muito) longe da genialidade de Mellon Collie and the Infinite Sadness ou Siamese Dream...

Em atentas audições...

Fica Being Beige..




quarta-feira, dezembro 03, 2014

De (excelentes) regressos



U2 regressam "à Estrada"...
Portugal de fora, para já!.. 





"The band are heading out on the road again, playing indoor arenas for the first time in a decade. 


The iNNOCENCE + eXPERIENCE Tour will see U2 play 19 cities worldwide next year, with pairs of shows in each city. Special shows are being planned for Dublin for the end of next year to benefit the U2-initiated Music Generation project and details will follow once they are finalised. The iNNOCENCE + eXPERIENCE Tour will see U2 play 19 cities worldwide next year, with pairs of shows in each city. (Full itinerary below and on our tour page. )"