terça-feira, novembro 06, 2018

De (excelentes) regressos...



“'Eternity', a song based on Oscar Wilde’s poem 'The True Knowledge' interpreted by Benjamin Clementine"


"Thou knowest all; I seek in vain
What lands to till or sow with seed -
The land is black with briar and weed,
Nor cares for falling tears or rain.

Thou knowest all; I sit and wait
With blinded eyes and hands that fail,
Till the last lifting of the veil
And the first opening of the gate.

Thou knowest all; I cannot see.
I trust I shall not live in vain,
I know that we shall meet again
In some divine eternity."

(Oscar Wilde)

domingo, novembro 04, 2018

De concertos (e suas marcas)...




No ambito do Misty Fest (2018), o Teatro Circo recebeu Scott Matthew
Um (intimista) concerto que deixou agradável marca. 
Fica a cover que, magistralmente, marcou a parte final do concerto....




quarta-feira, outubro 17, 2018

sábado, setembro 29, 2018

Leituras do momento...





"Alguma vez se perguntou o que há por detrás de uma lágrima?
Ennio é um jovem tímido que tem um interesse muito especial: é fascinado por lágrimas, misteriosas gotas de água salgada que contêm sonhos, lembranças, medos… Quando vê uma, fotografa-a e inventa uma história. Contudo, o próprio Ennio não chora… nunca. Aprendeu a enterrar a dor, a ocultar os seus sentimentos e, com eles, o seu segredo mais inconfessável.
Fugindo do passado, Ennio parte para Nova Iorque. Certo dia, encontra o diário de uma rapariga japonesa: Kazuko. Deslumbrado pela perspicácia e pelos fabulosos desenhos que encontra naquelas páginas, Ennio parte numa busca incessante para devolver o livro à dona. Durante este périplo, a sua história entrecruza-se com a de outras personagens tão excêntricas quanto cativantes: Gianny, que tem uma fisga no nome; Arwin, que filma tudo o que o rodeia com uma câmara escondida no cabelo; Josh, que perdeu a mulher no atentado às Torres Gémeas e agora coleciona pó; e, ainda, uma gaivota ferida, resgatada da neve de abril - que, dizem, dá sorte…"

(in wook.pt)